Feeds:
Posts
Comentários

Sabe, é assim

Quando eu passo o dia inteiro
E todo dia pensando nela
Quando cada rosto
Conhecido
Desconhecido
No meio da rua
Me lembra o rosto dela
Sempre que me deito
E sinto saudade
Sempre que acordo
E sinto sua falta
Sempre que penso
E no meu pensamento
Vive o rosto dela
Sempre que estou triste
Mas sempre feliz por ela
Sempre que duvido
Desacredito
Mas sei que estou errado
E tenho fé nela
Sempre que caio
E levanto
Para poder vê-la
Novamente
Sempre que estou feliz
Não sei bem
Mas acho que isso é amor

Uma última carta

Meu pequeno anjo,

Estou trise, sabe? Talvez até chorando enquanto escrevo. Você deve estar se perguntando porque eu estou escrevendo, afinal você está tão perto. Você voltou. Eu ainda guardo as cartas que você me escreveu, e quando leio a primeira delas, e vejo você dizendo que está  com saudades e me ama muito, eu choro mais ainda. E que bobo sou eu, escrevendo uma carta sendo que posso apenas falar com você, mas você apenas não me escuta mais, não me olha nos olhos, você entende?
Eu estou te escrevendo pois descobri que você só me ama por cartas, então, aqui está mais uma, a última. Em todas as suas cartas, quando você estava longe, você sempre dizia que me amava e me fez acreditar nesse amor. Mas entenda bem, eu não te amo. Sério, o que sinto não é amor, eu amo meus pais, meus irmãos, amigos, mas não você, e sei que você jamais entenderia, afinal o que sinto é maior que isso, bem maior que amor. Um sentimento que não tem começo e nem fim, não tem explicação, é puro, apenas existe. E sei também que você não sente o mesmo, não chega nem perto, nem sei se o que você sente por mim é amor. Desde que você chegou nunca me disse “eu te amo”, quando me viu depois de tantos meses longe, não ficou alegre, não esboçou felicidade, apenas apareceu normal, como se nunca tivesse ido embora, como  se eu nunca tivesse derramado uma única lágrima de saudade. Me machuca até hoje, e acho que vai machucar sempre.
Eu estou realmente triste, essa é minha última carta por um bom motivo, depois que descobri que você só é capaz de me amar pela distância resolvi viajar, fazer uma viagem longa, o mais distante que um homem pode ir, é certo que eu não volte. Eu espero que quando te entregar a carta pessoalmente, ao menos dessa vez você me olhe nos olhos, eu ainda quero acreditar que você me ama, eu quero.
Adeus. Só posso dizer que te amo, afinal não criaram verbo ou qualquer palavra para o que sinto.

Night and Day

– Eu poderia ficar aqui para sempre.
– Aqui? Onde?
– Aqui abraçado com você. Não consigo ser tão feliz em nenhum outro lugar.
– Você iria cansar logo.
– Jamais.
– Sério que você me ama tanto assim?
– Você dúvida? Se você dúvida, é porque não estou te amando o suficiente.
– Não! Eu não duvido, mas é díficil. Isso é demais para mim. Eu apenas tenho medo.
– Medo de mim? Ou medo de quê?
– Medo de você… me abandonar. Tenho muito medo.
– Eu deveria rir agora. Eu nunca vou te deixar. Estarei sempre aqui, do seu lado. Não se preocupe com isso, eu te amo demais, eu não consegueria te deixar, nunca.
– Promete?
– Não preciso.
– Então promete.
– Prometo. Estarei sempre aqui. Para amar e honrar, defender e proteger, desde o sol até a lua, de amanhã até amanhã.
– Não sãos suas palavras.
– Claro que são.
– Mentiroso, são do filme.
– Fiz delas minhas. Ei, acho que estou cansando.
– De mim?
– Não. De ficar aqui em pé. Vamos nos deitar um pouco.
– Te amo de agora até sempre.
– Eu sei. Nunca duvidei.
– Nem eu

I say,

Já não consigo escrever
Tudo que faço
Parece tão falso
Por não alcançar,
o que sinto
Desse amor puro
Incompreensível
Mesmo que duvide
Eu te amo
E se meu silêncio te incomoda
Que não se irrite
Já não consigo criar palavras
Se te encaro por horas
Eu te amo
E não me canso,
de cada traço, linha
Ou sorriso, de nada
Minha ilusão
Me deixa ir longe
Mais que meus sonhos
E sei que um dia
Vou cair
Então segure minha mão
Me abrace forte
Me olhe de volta
Me faça rir
Por um minuto
E em todos os outros
Me deixe te amar
De hoje até o sempre
Acredite no que digo
Meu pequeno anjo

Back to rock

Eu só quero meu Rock de volta
Sabe
Já cansei de chorar
E de sentir saudades
Eu te vi ontem
Mas você sabe
Eu te amo
Eu não queria
Não assim
Veja meu céu
Hoje ele estava azul
Mas eu estou com saudades
E vejo nuvens no horizonte
Meu copo de Jhonnie
Já meio vazio
Minha máquina de escrever
Sem pensamentos
Sem tinta
Minhas mãos cansadas
E tudo
Porque eu amo você
E você sabe
E eu
Só quero minha música
E,
não queria dizer
Mas quero você

Ser especial

Tento ser diferente
Ser especial,
Alguém com quem
você se importe
Tanto quanto me importo
com você
Até menos
Mas me note
Se importe
Quero ser alguém
Que você ame
Como te amo desse
jeito
Incondicional
Talvez nem tanto
Mas apenas ame
Penso em ser um pouco mais
pra você
Penso ser isso
Desse jeito
Nem tento tão perfeito
Nem quero
Mas quero ser diferente

Especial

Eu, hoje

Queria quebrar a Primavera
Só para tirar um pedaço
E te dar
Só flores, são só flores
Em um céu cinza
No entardecer
Queria o vermelho do sol
E te dar um copo de alegria
Ser mais eu
Eu e você
Queria roubar aquela cor
Do arco-íris
Sua cor favorita
Queria ter você agora
Ou quem sabe um dia
Queria fazer um poema assim
Mas não posso
Meu mundo não é azul
Meu copo é de cólera
Meu entardecer é nublado
Mas eu queria